Projeto do Podemos suspende criação de nova tarifa bancária do cheque especial

1
454

Líder do Podemos na Câmara, o deputado federal José Nelto (GO) confirmou, nesta quinta-feira (19/12), que vai protocolar um Projeto de Decreto Legislativo para sustar a criação de uma nova tarifa sobre o cheque especial. A cobrança foi autorizada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e passa a vigorar em junho de 2020. “É o presente de Natal para os bancos. Querem aproveitar a crise para meter, ainda mais, a mão no bolso do brasileiro. Não vamos permitir”, enfatiza José Nelto.

Com a decisão, quem tiver limite de cheque especial acima de R$ 500, vai pagar 0,25% sobre o valor excedente. Na prática, a pessoa vai pagar mesmo se não usar o limite. “Isso é um roubo, não tem outro nome. A medida vai aumentar o custo Brasil e prejudicar a vida do trabalhador assalariado”, protesta o deputado.

Somente ficará isento da cobrança quem tiver limite de cheque especial de R$ 500. De acordo com o CMN, o valor será usado para financiar a queda na taxa de juros, limitada a partir do ano que vem em 151,8% ao ano. Em 2019, segundo nota do Banco Central, os juros do cheque especial, até outubro, foram superiores a 300% ao ano.

“De que adianta tirar com uma mão, e pegar com a outra. É a velha prática de transferir dos mais pobres para os bancos, que batem recorde de lucro ano após ano. É a linha do Paulo Guedes, que preside o Conselho Monetário Nacional”, critica Nelto. O CMN é formado, atualmente, pelo ministro da Economia – que exerce a presidência – pelo presidente do Banco Central e pelo secretário Especial de Fazenda do ministério da Economia.

1 COMENTÁRIO

  1. Temos que afastar este atual governo do poder e seus filhos. tudo subiu de preço, desvalorizou o real pra valorizar o Dólar porque ele deve ser Americano, os BOI também esta poluindo não é só os desmatamento ok?

Comments are closed.