Brasil, de novo o campeão mundial das taxas de juros

jurosMesmo com índices mostrando que a inflação recuou para 5,86% no acumulado de 12 meses, a diretoria do Banco Central, reunida nesta quarta-feira (09), decidiu elevar em meio ponto percentual a taxa básica anual de juros, de 9% a 9,5%. Esta é a quinta alta seguida da taxa Selic, que subiu 2,25%, passando de 7,25% em março para o patamar atual de 9,5%. Os analistas e especialistas do mercado financeiro consultados semanalmente pelo BC, no boletim Focus desta semana apostam em mais um aumento de juros, com a Selic fechando o ano em 9,75%. Com a elevação dos juros feita ontem, o Brasil voltou a ter a maior taxa de juro real do mundo. Curiosamente, no período anterior às eleições de 2010, em que Dilma foi eleita para suceder o governo Lula, a taxa de juros passou pelo mesmo movimento de alta. Naquela época, a Selic subiu dois pontos percentuais (passando de 8,75% para 10,75%) nos quatro meses que antecederam o início da campanha eleitoral, em julho.  (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.