Julgamento do mensalão não foi linchamento

STFA afirmação do ex-presidente Lula, na entrevista que concedeu ao jornal Correio Braziliense e que foi publicada na edição deste domingo, de que o julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal teve condenações sem provas, foi rebatida pelo senador Alvaro Dias. Para o senador, a fala de Lula desrespeita a Suprema Corte. “Nós tivemos várias fases de comprovação de provas. Dois procuradores aprofundaram as ligações, investigaram e confirmaram, taxativos, que houve um amplo esquema de corrupção”, rebateu Alvaro Dias. Ao jornal, Lula havia dito que “mais do que um julgamento, o que nós tivemos foi um linchamento, por uma parte da imprensa brasileira”. Também o ministro Marco Aurelio Mello, do STF, criticou a afirmação do ex-presidente. O ministro disse que a opinião de Lula “equivale à de um leigo”. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.