Daily Archives: 24 de setembro de 2013

PEC da Música aprovada: novo tempo para a cultura e artistas do País

_MG_3814“A PEC da Música merece ser aprovada em respeito à música do Brasil, em respeito aos artistas brasileiros, e principalmente, em respeito à cultura deste País”. A afirmação foi feita pelo senador Alvaro Dias, durante a sessão plenária desta terça-feira, em defesa da aprovação da proposta de emenda constitucional que isenta de impostos a produção nacional de CDs e DVDs com obras musicais de autores brasileiros. O senador protestou contra as tentativas da bancada amazonense de obstruir a votação, e argumentou que o projeto foi fruto de amplo entendimento, iniciado na Câmara pelo deputado Otávio Leite (PSDB-RJ), e que envolveu lideranças partidárias e representantes da área musical. A proposição foi aprovada em segundo turno no Plenário do Senado, e agora irá à promulgação. Como destacou o senador, a expectativa é que haja o reaquecimento da indústria fonográfica, o desestímulo da pirataria e o incremento na produção fonográfica. Estima-se que a imunidade a impostos garantida pela PEC propiciará redução de até 25% no preço final dos CDs e DVDs vendidos no País. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa/ Foto: Luiz Wolff)

Brasileiros pagam cerca de 3 bilhões em impostos diariamente

impostometroMesmo com as desonerações promovidas pelo governo federal, que levaram o Tesouro a deixar de receber R$ 51 bilhões em impostos, a Receita Federal continua implacável com o contribuinte. Segundo o jornal Correio Braziliense, a arrecadação de tributos federais bateu recorde tanto no mês de agosto como no acumulado neste ano de 2013. De acordo com o jornal, em agosto a arrecadação de impostos chegou a R$ 83,9 bilhões, e nos oito meses do ano, os brasileiros pagaram R$ 722,2 bilhões. Por dia, até o mês passado, o contribuinte pagou mais de R$ 3 bilhões em impostos e tributos ao governo federal. Também o Impostômetro registra o aumento na arrecadação de tributos. Nesta terça-feira, o placar mantido pela Associação Comercial de São Paulo revela que os brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos federais, estaduais e municipais neste ano. Este montante seria suficiente, por exemplo, para a construção de 31 milhões e meio de casas populares, para contratar quase 83 milhões de professores, para construir cerca de 4 milhões de postos de saúde equipados, e para instalar em todo o País o total de 80 milhões de salas de aula equipadas, entre outras ações. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Maior TV da China ouve a oposição brasileira

[fsg_gallery id=”19″]
site-chines

O senador Alvaro Dias(PSDB/PR) foi entrevistado hoje pela CCTV (Chinese Central Television), a TV estatal da China, que é responsável pela retransmissão de 25 canais internacionais e assistida por mais de um bilhão de pessoas. Ao repórter Liu Xiaoqian, o senador falou sobre o cancelamento da viagem oficial da presidente Dilma Roussef aos Estados Unidos e sobre as relações político-econômicas entre o Brasil e outros países. (Postado por Cristiane Salles – assessoria de imprensa/ Fotos: Luiz Wolff)

Voto de pesar e última homenagem ao radialista Altair Ramalho

AltairO senador Alvaro Dias apresentou, no Plenário, requerimento de Voto de Pesar pelo falecimento do jornalista e radialista Altair Ramalho, que faleceu nesta terça-feira na região dos Campos Gerais, no Paraná. No último domingo (22), Ramalho sofreu um infarto e foi levado para a Santa Casa de Misericórdia. Nesta manhã, o jornalista teve uma parada cardíaca durante uma cirurgia do coração e faleceu por volta das 10h. Ramalho nasceu em Ponta Grossa e tinha 59 anos, e já tinha mais de 35 anos de carreira no rádio, televisão e jornais paranaenses. Atualmente, fazia programas na Rádio T e na Rádio Clube, além de atuar como colunista no site Plantão da Cidade. “Deixo aqui minha homenagem ao radialista Altair Ramalho, figura de grande carisma e respeitabilidade como homem de comunicação. Lamento profundamente o seu falecimento”, afirmou o senador. Leia a íntegra do Voto de Pesar.  (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Visita e homenagem à Record

[fsg_gallery id=”18″]

O senador Alvaro Dias(PSDB/PR) recebeu hoje, no gabinete, a visita do ex-prefeito de Toledo, José Carlos Schiavinato, e esposa. O senador também prestigiou a sessão solene do Congresso em homenagem aos 60 anos da Rede Record de Televisão. (Postado por Cristiane Salles-assessoria de imprensa/ Fotos Luiz Wolff)

Voto em defesa de estados e municípios geradores de energia, como o Paraná

foz do iguaçuEm vez de se buscar encontrar soluções a conta-gotas para resolver o problema do municipalismo, o Congresso devia realizar uma grande reforma federativa no País, com objetivo de eliminar as atuais distorções e injustiças na distribuição dos recursos públicos. O argumento foi externado pelo senador Alvaro Dias na reunião da CAE, ao defender a rejeição ao projeto que buscava alterar a distribuição de compensação financeira pela exploração de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica. Para o senador, este projeto se revela profundamente injusto com os estados geradores de energia elétrica, como o Paraná, e por isso não poderia ser aprovado. Segundo Alvaro Dias, apenas com uma liderança presidencial forte seria possível buscar a construção de consensos entre as unidades federativas, mas, para ele, o atual governo não se esforça para administrar divergências e acabar com distorções regionais. “O Paraná tem sofrido tremendas injustiças em relação à ausência de políticas compensatórias que retribuam o que o Estado tem oferecido prodigamente à União, especialmente no que diz respeito à oferta de energia elétrica. Por isso votamos contra este projeto, não apenas em defesa do Paraná, mas em defesa dos municípios geradores de energia no país. Temos que buscar soluções para os municípios, mas não praticando a injustiça com alguns em benefício de outros, como o faz o governo federal”, afirmou o senador. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Operação da PF desbarata quadrilha que fraudava o “Fome Zero”

policia federalA Polícia Federal deflagrou mais uma operação na manhã desta terça-feira, para cumprir mandados de prisão preventiva e de busca em 15 cidades do Paraná, além de Bauru (SP) e Três Lagoas (MS). A operação, apelidada de Agro-Fantasma, revela um grande esquema de desvio de recursos públicos de um dos programas do “Fome Zero”, do Governo Federal, denominado PAA – Programa de Aquisição de Alimentos, da ação de Compra Direta da Agricultura Familiar com Doação Simultânea –, repassados pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) a associações e cooperativas rurais. O PAA é um programa de apoio à agricultura familiar, que compra alimentos produzidos por pequenos produtores, sem a necessidade de licitação. A produção é destinada a famílias pobres ou atendidas por programas sociais. Segundo informações da Polícia Federal, a cúpula da Conab e fiscais ligados à companhia têm “fortes indícios de participação” no esquema. Até o momento, 58 pessoas foram indiciadas por crimes como estelionato, falsidade ideológica e formação de quadrilha. Entre as irregularidades, foram verificados a existência de nomes de falsos produtores rurais, usados pelos coordenadores dos programas para desvio de dinheiro, além de emissão de notas fiscais falsificadas para comprovar as transações. Leia mais no “Estadão”. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.