Daily Archives: 10 de setembro de 2013

Apoio à PEC da Música, que beneficia os artistas e a cultura nacional

O senador Alvaro Dias, se expressando no Plenário em nome da Liderança do PSDB, apoiou a decisão da Mesa Diretora de pautar para esta quarta-feira a votação da PEC 123/2011, chamada de “PEC da Música”, que isenta de impostos a produção nacional de CDs e DVDs com obras musicais de autores brasileiros. O objetivo da PEC é reduzir o preço dos produtos ao consumidor e, assim, desestimular a venda de reproduções piratas. O senador afirmou que o projeto é fruto de amplo entendimento iniciado na Câmara, que envolveu lideranças partidárias e representantes da área musical, e destacou o empenho e o trabalho do deputado Otávio Leite, do PSDB do Rio de Janeiro. “O deputado Otávio Leite tem sido um obstinado defensor desta PEC, que modifica uma legislação ultrapassada e que prejudica os artistas brasileiros, ao cobrar de sua produção uma carga de impostos de 35%. A legislação atual prejudica o talento e a criatividade, e temos certeza que o Senado aprovará, amanhã, a PEC da Música”, afirmou. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Multa do FGTS: Cortesia com chapéu de empresários e trabalhadores

Senador Alvaro Dias(PSDB/PR) disse hoje que o governo está querendo fazer cortesia com o chapéu dos empresários e dos trabalhadores em relação ao fim da multa de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para empresas que demitirem empregados sem justa causa. A presidente Dilma Rousseff reuniu os líderes da base e, segundo interlocutores, pediu que o veto ao fim da multa não seja derrubado. O argumento do governo é de que a falta dos recursos poderá prejudicar programas como o Minha Casa, Minha Vida. “A multa era para ser provisória e, agora, o governo faz proselitismo com o Minha Casa, Minha Vida. E faz isso às vésperas do processo eleitoral”, disse Alvaro Dias. A sessão do Congresso para votas os vetos está marcada para a próxima terça-feira(17/09)(Postado por Cristiane Salles-assessoria de imprensa)

Os dois anos e meio de governo Dilma e os números pífios da economia

dilmaO crescimento pífio da economia brasileira no governo Dilma, que levou à deterioração dos principais indicadores do País, decorreu da incapacidade da presidente e de sua equipe de substituir o esgotado modelo centrado no consumo por outro com foco no investimento, notadamente na infraestrutura. A crítica foi feita pelo senador Alvaro Dias na sessão desta terça-feira, ao fazer um balanço dos dois anos e meio de Dilma na área econômica. O senador afirmou que, ao assumir o governo em 2011, a presidente Dilma reunia condições para rever o modelo, dados os limites à continuidade do crescimento econômico centrado no consumo. Sem a devida correção de rumo, entretanto, com a ênfase mantida no consumo, somado ainda ao aumento dos gastos públicos, ampliou-se o quadro de instabilidade no ambiente econômico. “Além da instabilidade do quadro econômico geral, somaram-se como agravantes: infraestrutura ruim, alta intervenção do governo no sistema de preços, instabilidade de regras regulatórias, fragilidade política e captura das agências reguladoras por interesses privados, desonerações tributárias sem sustentabilidade de longo prazo, intervenções estatizantes e anticompetitivas nos setores de petróleo e energia elétrica”, destacou o senador. Para ele, a gestão Dilma não está construindo um novo paradigma de crescimento econômico que substitua o modelo 3C (consumo, crédito e alto preço das commodities). “Sair dessa situação requer uma guinada da política econômica, mas não há qualquer sinal de que a correção de direção esteja em curso. Possivelmente, isso só ocorrerá após as eleições ou pela imposição dos acontecimentos”, concluiu Alvaro Dias. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Visita de prefeitos e representantes da Guarda Mirim do Paraná

[fsg_gallery id=”15″]

Os prefeitos dos municípios paranaenses de Nova Esperança, Gerson Zanusso, e de Nova Aliança do Ivaí, João Tormenta, e o vice-prefeito de São João, Roque, estiveram hoje no gabinete do senador Alvaro Dias(PSDB/PR). Eles estavam acompanhados de secretários municipais e assessores. O senador também recebeu a visita do médico Leandro Infantini Dini e de representantes da Guarda Mirim de Arapongas.(Postado por Cristiane Salles – Assessoria de Imprensa/ Fotos: Luiz Wolff)

Pesquisa CNT: brasileiros dizem que após manifestações não houve melhorias

Pesquisa CNTA Confederação Nacional do Transporte divulgou hoje a sua 115ª Pesquisa CNT/MDA, que busca esquadrinhar a opinião dos brasileiros sobre diversos assuntos, como a aceitação do governo, a visão a respeito da economia, a avaliação dos serviços essenciais, e até mesmo sobre a imagem das instituições do País. Em um dos tópicos da pesquisa, os entrevistados foram perguntados se acreditavam ter havido melhorias no País após as manifestações de junho. A pesquisa CNT/MDA revela que 54% disseram que não houve qualquer melhoria após os protestos. Nas questões sobre o estado atual da economia, 40,5% disseram que ela se encontra estagnada, outros 14,6% dizem que o Brasil não está crescendo, e 9,9% afirmam que o País está em recessão, contra apenas 23,7% que optaram pela opção “está crescendo”. Em outro questionamento, os brasileiros sem dizem preocupados com a situação econômica (12,6% “muito preocupados”, 40,2% “preocupados”, 16,5% “pouco preocupados”, 12,7% “empolgados, esperançosos”, e 12,7% “indiferentes”). Já a respeito da inflação, 75,9% dos entrevistados afirmam que a inflação não está controlada no País. Em relação ao grau de confiança no governo, 41,6% dizem que “confiam poucas vezes”, 40,3% “não confiam nunca”, contra 4,1% que afirmam “confiar sempre” e 13,1% que “confiam na maioria das vezes”. Veja aqui a pesquisa na íntegra. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Extinção do voto secreto em cassações, o fim da covardia do anonimato

voto-aberto-eu-apoioO deputado Vanderley Macris (PSDB-SP), relator da PEC 196/12, de autoria do senador Alvaro Dias e que estabelece o voto aberto em Plenário para cassações de mandato de parlamentares, afirmou que pretende apresentar nesta quarta-feira seu parecer favorável à proposta. O deputado afirmou que se for completado hoje o prazo de dez sessões necessárias para a tramitação da proposição, ele irá ler seu relatório e tentar colocá-lo em votação. “Assim”, afirma Macris, “a Câmara estará cumprindo o compromisso público assumido pelo presidente da Casa, Henrique Alves, de não mais votar cassações por voto secreto”. Para o senador Alvaro Dias, a aprovação desta PEC não exclui o debate sobre a outra proposta aprovada recentemente na Câmara, que acaba com o sigilo em todas as votações, mas torna mais célere e objetivo o processo de se acabar com o voto secreto nas cassações. “O voto passando a ser aberto em cassações acabará com essa covardia do anonimato, da traição, que possibilita, inclusive, a farsa do discurso, contrariando a prática, e obrigará que alguém que queira ser cúmplice de criminosos e de prisioneiros mostre a cara ao País através do seu voto. Se houver vontade política da Câmara dos Deputados, essa proposta poderá ser votada no Plenário já na próxima semana”, disse o senador. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Prêmio TOPBLOG 2013

O site do Prêmio Top Blog inicia nesta semana a votação para escolha dos melhores blogs da internet em diversas categorias. Este blog foi incluído entre os concorrentes, e já pode receber seu voto. Agradecemos aqui a todos os nossos visitantes que colaboram com seus votos para eleger nosso blog entre os melhores do País. Navegue até o rodapé deste blog e clique no banner abaixo para votar, e desde já, muito obrigado a todos os nossos leitores.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.