Monthly Archives: julho 2013

Palestra na Unicesumar

alvaro+dias+profere+palestra+para+estudantes+de+direito+da+unicesumarNa manhã desta quarta-feira (31), o senador Alvaro Dias (PSDB) esteve na Unicesumar para proferir uma palestra seguida de debate sobre a corrupção no Brasil. Na plateia estavam presentes acadêmicos e docentes do curso de Direito, o reitor Wilson de Matos Silva e diretores da instituição. Leia mais . (Assessoria)

Giro pelo norte paranaense

mosaico-30-31E continua a maratona de compromissos no norte do Paraná. A quarta-feira começou com palestra para 400 universitários do curso de Direito do UniCesumar, o Centro Universitário de Maringá. Ainda na cidade o senador Alvaro Dias(PSDB/PR) visitou entidades assistenciais, conferiu a consolidação do pólo de confecções e se reuniu com o prefeito Carlos Pupin. O senador também fez palestra na Câmara de Vereadores de Sarandi e debateu problemas municipais com o prefeito Carlos Alberto de Paulo, políticos e lideranças comunitárias da região(Postado por Cristiane Salles-assessoria de imprensa)

Parecer defende PEC que concretiza direitos da minoria parlamentar

PLenário SenadoEstá pronta para ser votada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, quando forem reiniciados os trabalhos legislativos a partir de 1º de agosto, proposta de emenda à Constituição que torna possível a apresentação de requerimento de urgência para projetos em tramitação por um terço de deputados ou de senadores. A PEC é relatada pelo senador Alvaro Dias, que já apresentou seu parecer favorável à aprovação da proposição, de autoria do senador Pedro Taques (PDT-MT). A proposta acrescenta um parágrafo ao artigo 61 da Constituição, para que fiquem sobrestadas as demais deliberações legislativas, exceto as que têm prazo constitucional determinado, quando houver projeto em regime de urgência solicitado pelos parlamentares. O pedido de regime de urgência para a apreciação de propostas legislativas é um recurso previsto nos regimentos internos da Câmara e do Senado que possibilita apressar a tramitação e a votação das matérias legislativas. Um dos efeitos do pedido é que a urgência dispensa prazos entre sessões (interstícios) e formalidades regimentais. Para o senador Alvaro Dias, a proposta é adequada e concretiza os direitos da minoria parlamentar na Câmara e no Senado. “Se a democracia se exerce pelo voto cabe, pois, garantir que todos os parlamentares tenham a oportunidade de levar à votação soberana do Plenário as respectivas proposições”, argumentou o senador em seu relatório. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Na CBN, debate sobre erros do governo na resposta às manifestações

AD na CBNEm entrevista para a rádio CBN de Maringá, o senador Alvaro Dias abordou diversos temas da política e da economia nacional, como os recentes números do índice de Desenvolvimento Humano da ONU, a discussão sobre a reforma política, as dificuldades do setor de saúde e os erros que o governo vem cometendo para tentar sanar os problemas da área, o saldo que ficou das manifestações do mês de junho e também sobre o pré-sal e a destinação de recursos para a educação. “A população brasileira deu o primeiro aviso nas ruas sobre sua insatisfação, mas o governo Dilma escolheu a bandeira errada para apresentar como resposta, que foi a reforma política. O que o povo deseja é a reforma dos políticos, a mudança de comportamento na questão da honestidade. Os brasileiros estão revoltados com a corrupção, com o desvio de recursos públicos enquanto se verifica o caos na saúde, os retrocessos na educação, os gargalos nos portos e aeroportos, as estradas esburacadas. A população estava se sentindo enganada pela propaganda falaciosa, cara e sofisticada do governo, e acordou de uma certa anestesia dando o primeiro aviso, e logo vai voltar às ruas, pois o governo não deu respostas aos anseios da sociedade”, disse o senador. Ouça aqui a entrevista na íntegra. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Palestras no norte do Paraná

mosaico-30-07-2013A terça-feira começou com aula-palestra no norte do Paraná. O senador Alvaro Dias (PSDB/PR) respondeu a várias perguntas dos alunos do ensino fundamental da Escola Tuiuti, que fica na Vila Santo Antônio, em Maringá. Muitos assuntos na pauta dos estudantes, inclusive a PEC 37, que tentava limitar o poder do Ministério Público, mas que foi derrubada pelo Congresso. Com os professores, o senador debateu o Plano Nacional de Educação(PNE), que ele deve relatar no Senado. Alvaro Dias também fez palestra para estudantes do Colégio Anglo e elogiou a politização dos jovens. Ontem à noite, o senador falou para outro público: empresários e comerciantes que lotaram a Associação Comercial de Maringá(ACIM). (Postado por Cristiane Salles-assessoria de imprensa)

Fim do voto secreto é destaque na pauta do Congresso para agosto

Voo BERTOCom o reinício dos trabalhos do Poder Legislativo a partir de 1º de agosto, o fim do voto secreto no Congresso Nacional voltará à pauta da Câmara e do Senado. Três propostas estão em análise pelos parlamentares e ganharam força a partir das recentes manifestações populares nas ruas. A mudança terá de ser feita na Constituição, que hoje determina o voto secreto do parlamentar em vários casos, como na escolha das mesas diretoras da Câmara e do Senado, nos processos de perda de mandato, na análise de veto presidencial e na escolha de ministros do Tribunal de Contas da União e de outras autoridades. A proposta com tramitação mais avançada é a que prevê o fim do voto secreto apenas nos casos de perda de mandato, a PEC 196/12, de autoria do senador Alvaro Dias. Ela já foi aprovada no Senado e na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara. Seu próximo passo será a análise em comissão especial para a posterior votação em Plenário. No quadro acima, uma comparação da tramitação das três propostas sobre esse tema. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Entidades revelam que cresce pessimismo entre consumidores e industriais

CNIOs brasileiros estão preocupados com a inflação e o desemprego, e a diminuição da confiança da população na melhoria do cenário econômico é resultado do aumento do pessimismo com a evolução dos preços e a capacidade da economia em criar novos postos de trabalho. A constatação foi apresentada nesta segunda-feira pela Confederação Nacional da Indústria, que revelou os números do seu Índice Nacional de Expectativa do Consumidor. Outro dado que mostra o pessimismo em relação aos próximos meses foi divulgado pela Fundação Getúlio Vargas, também hoje. A FGV apresentou o seu Índice da Confiança da Indústria, e os números mostram que aumentou o pessimismo entre os industriais em relação ao segundo semestre de 2013. O Índice de Confiança da Indústria (ICI) recuou 4% em julho em relação ao que foi registrado no final do mês anterior, ao passar de 103,8 pontos para 99,6 pontos, atingindo o menor nível desde julho de 2009 (95,7), devido a fatores como a desaceleração da atividade industrial e as baixas perspectivas de crescimento do PIB. Leia mais aqui e aqui. (Postado por Eduardo Mota – assessoria de imprensa)

Novos compromissos no Paraná

mosaico-final-29-07-13O senador Alvaro Dias continua nesta semana o giro por municípios do Paraná, onde faz palestras, visita entidades e participa de reuniões com lideranças políticas e comunitárias. Hoje em Maringá, o senador foi o palestrante convidado do Rotary Clube. Ele falou sobre a atual conjuntura política e sobre a fábrica de escândalos que é, na opinião dele, consequência de um sistema que é matriz de governos incompetentes e corruptos. O senador também conheceu novos projetos de sustentabilidade no Parque do Japão em Maringá e deu a sua contribuição, plantando um ipê branco. “O Parque é um exemplo. Compatibiliza a milenar cultura japonesa, a preservação ambiental e a indispensável contribuição social”, disse Alvaro Dias. O senador visitou ainda empreendimentos da cidade e se reuniu com promotores e juízes. (Postado por Cristiane Salles-assessoria de imprensa)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.